segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Segunda chance, só que bem diferente.

As únicas coisas que lembro dos meus últimos momentos de vida, era um lugar gelado, e o fogo começando a queimar o meu pé - chega até a ser contraditório, não é? - Acho que devia estar num incêndio ou algo do gênero, mas a notícia boa, pelo menos eu vim parar no céu, e vou relaxar e ter sossêgo. Meu pensamento estava completamente errado, me sentir num banco, mas não um banco qualquer, e sim daqueles lotados com um caixa só, gritaria, barulho da sirene com os números, e eu simplesmente me sentindo deslocada, até que um anjo veio até mim.
O anjo parecia estressado - Aliás, quem não ficaria em volta de tudo aquilo? - Mas o anjo não deixou de falar comigo, me explicou o que eu já sabia e o que não sabia, me explicou o que estava no céu, que morri, e para pegar minha senha para renascer, que tudo isso podia demorar. De repente aparece quem pensei que não veria, sim, o "todo poderoso", ainda apontou para mim, me senti paralisada, e ele só disse que eu teria uma nova chance, mas não no meu corpo, porque dele só restava cinzas, e isso era realmente impossível de consertar, e também me avisou que lá eles tinham corpos reservas e eu não teria o direito de reclamar.
Então, sentada à espera do meu novo corpo e pensativa, logo chega o "todo poderoso" apontando para o meu novo corpo, e fico maravilhada, é uma garota completamente linda, olhos azuis, loira, tudo que sonhei, mas quando estou prestes a agradecê-lo, ele me aponta melhor e o meu novo corpo era do sexo MASCULINO, um cara enorme, nojento, que tinha uma aparência suja e amante de histórias em quadrinhos. Imaginem minha reação! Mas não tinha direito de reclamar, então fui viver com esse novo corpo.
Primeiro dia como homem, e as coisas já não foram facéis! O que Deus foi me arrumar? Me sentia com pensamentos nojentos, do nada amava o que tinha ódio profundo, o FUTEBOL, e pra piorar, tinha uma namorada... Como iria me sentir beijando uma mulher?Me senti enjoada, digo, enjoado com toda aquela situação, mas teria que aprender a viver com essa situação, com esse vida de um nojento, viciado em quadrinhos.
A hora ir ao banheiro então, foi cômica e nojenta ao mesmo tempo, o banheiro ficou com as paredes, e todos os lugares com urina, menos aonde realmente era pra ter, o vaso sanitário... Isso porque na minha vida de mulher, eu reclamava e queria ser homem. Agora posso dizer que ser mulher não é tão mal, apesar dos apesares, não tenho que reclamar.
Uma luz azul, apareceu, de repente, e era tão forte que cheguei a desmaiar, quando acordo, tem uma carta na minha mão, a abro e está escrito "aprendeu a sua lição, aceite como és", nesse momento brotou um sorriso em meu rosto, por saber que tudo voltou finalmente ao normal.

Um comentário:

  1. Que bom que era só uma lição , não é mesmo ??? vamos agradecer...

    ResponderExcluir

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...