sexta-feira, 11 de junho de 2010

Enquanto a aula passa, minha vida passa em flashback.


Depois daquela noite e madrugada depressivas, e inacreditável, hoje, estou tendo a capacidade de sorrir, e até dar risadas, por tudo estar bem de novo, de maneiras certa, da maneiras que tudo recomece e tinha um bloqueio nessa parte do cérebro.
"Errar é humano", porém, quando se erra, não se conserta e não se arrepende, geralmente, pra mim, isso é completamente desumano. Não estou dizendo que as pessoas têm que se arrepende por TUDO faz, e ficar mal pelo resto da vida, mas tente consertar. As pessoas já devem ter percebido que não estou me sentindo bem, é simples, é fácil, só de olhar pra mim, me vê com esse ar pálido, olhos inchados, e olheiras enormes, da noite anterior, e também tem razões psicológicas e como ando tratando as pessoas, com frieza, com raiva, com uma certa indiferença.
Em volta de tudo isso, minha cabeça sente que vai explodir, sinto que vou desmaiar, ou uma parte de mim despedaçar. Naquela noite, mesma, uma parte foi despedaçada, mas foi reconstruída por um telefonema de cerca de uma hora e meia, que me reconstruiu, me relaxou, mas não totalmente para enfrentar o que me espera hoje, depois do colégio.

Sinto coisas, que não sei se é da minha cabeça, ou realmente está acontecendo! Tento acreditar que não é, e nem foi verdade, e até que estou melhorando, porém as vezes vou me desconcentrando do mundo, sendo tirada da tomada, ou sendo reiniciada.

Olho para a lousa, para o papel que estou escrevendo, e logo vejo minha vista embaçada, embaçada, por talvez, eu não querer mais enxergar certas coisas, e simplesmente ser entendida, sem ser julgada pelos meus atos. Nunca me senti tão só em volta de tantas pessoas, e nunca me senti tão querida, tão feliz por estar simplesmente com uma pessoa, que faz papel de todos ao mesmo tempo, na minha vida.

Pode ser que a perfeição existe, mas não chega perto de mim, tento ao máximo ter a perfeição ao meu lado, e faço coisas que provam que não sou qualquer uma, que provam que sou diferente.
Believe me.

Um comentário:

  1. oi Dani, achei seu blog por acaso, e curti, não sou mais uma adolescente(graças a Deus)mas adorei seus textos.
    Continue...me identifiquei,lembrei como eu era, tipo como vc...
    bjs

    ResponderExcluir

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...