quinta-feira, 7 de outubro de 2010

História: Certos segundos de infinito.


Entrei no ônibus, e logo fiquei encantada por um perfume másculo e doce ao mesmo tempo, porém pensei estar avoada, pelo sono ou pelo cansaço. Continuando o trajeto ainda sentia esse aroma, e fui pensando, imaginando, que nem uma boba, por algo diferente estar "supostamente" acontecendo.
Ao chegar no meu destino, desisti de tais idéias, até que... que... que olho para a saída, vejo o dono do aroma doce e másculo, loiro, de olhos azuis, simpático talvez, aparentava pelo menos. Me segurando no ônibus, por causa da Inércia, nisso minhas mão ficou embaixo da dele, encostada na pele.
Daí senti aquilo que chamam de "pele com pele", me senti tão atraída por alguém que não conhecia, simplesmente pelo o aroma e pele. Então senti meu coração pulsar, senti um desejo incontrolável, uma atração sem razão, olhos brilhando, e vontade de pergar a mão dele, olhar em seus olhos, e viajar dentro deles, passar mão em seus cabelos, e encostar lábios, com intesnidade de desejo e atração.

Logo, a porta se abre, não faço nada além de observar aquela "beldade", e vejo, que o sonho acabou, todos os segundos de atração e desejo que pareciam horas inacabáveis, acabou num estalar de dedos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...