Foi de repente. Senti seu beijo de amor e de arrependimento. Senti seus olhar, com lágrimas de pura lástima. Senti que agora, queria ser meu, havia se decidido. Não sabia se conseguiria ser tão dura quanto pensei e planejei,  e resistir. Afinal, ele foi de outra por um breve momento bem longo.
Houve perdão, tal, feito com presentes. Com uma caixa de chocolate branco em forma de coração, da minha marca favorita, minha flor favorita num lindo buquê, e uma carta com palavras tocantes e indescritíveis enrolada, e presa ao invés  de um laço, com a própria aliança de ouro - dessa vez- com nomes escritos, e como ele mesmo indagava "Para agora sim, selar nosso 'felizes para sempre'". Logo, havia maneira de não resistir?
Aquele clima de festa familiar e intimidade entre um belo casal voltou. Tudo ficou preto, em questão de segundos, como se houvesse levado uma pancada na cabeça. Acordei numa sala que parecia mais um cela. Vi olhos vermelhos me encarando. Onde ele estava ?
Tudo já havia mudado novamente, estávamos num parque lindo, com um sol inigualável, e o verde das plantas sorriam. Com o nosso amor, todos podiam ser o quão radiante era o sentimento. Todos podiam sentir, o que nós sentíamos.
Ninguém havia anunciado  eclipse, mas parecia ter havido um. Todo aquele dia lindo desapareceu, tudo ficou preto junto com a alegria. Tentamos sair de lá, mesmo sem enxergar, tropecei várias vezes, mas ele estava lá para me segurar. Ouvimos passos fortes, sussurros de obsessão e xingamentos. Vi um vulto. Deu para ver que era a outra, pelo cabelo.
A outra estava diferente, tinha chifres e olhos vermelhos, parecia uma versão do diabo. Assustador. Queria nos destruir. Fechei os olhos para pensar. Ela deu um passo para chegar mais perto de mim. Abri os olhos novamente, chorando de desespero. Não estava mais no parque, estava em minha cama. Com meu coração pela boca. Era um pesadelo, estava atrasada para a aula.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...