Começou a ler livros que eram só para a grande prova do vestibular. Porém, antes disso, já estava ligada aos livros mais do que o normal. Digo, o normal de hoje, porque havia o normal de anos atrás que era livro atrás de livro. Devoradora de livros nata. Mas essa ideologia foi se apagando na mente dela. O que era errado, pois ela começou até que num tempo bom, na sétima série. E agora, estava com os pés entre uma linha escola e faculdade.
Algo despertou esse instinto de Victoria. Não sabia se era a mudança repentina dela. Ou de se sentir mais e mais inteligente ao ler cada palavra e cada parágrafo. Talvez seja porque agora tinha tempo. Tinha listas e listas de livros pra ler. Começava em um e terminava no outro, literalmente, pois parava na metade de um para começar o outro. Tanto que está cheia de livros pela metade em sua casa. Seu irmão também tinha esse instinto, porém, só o descobriu quando entrou na faculdade.
Ela roubava os livros do irmão, os lia pela metade e devolvia. Os que mais a interessava, deixava na sua estante. Como muitas que agora já fazem parte dela. Se sentia adulta, inteligente e tantas coisas mais. Parecia ser a vida lhe dando um empurrão. Ah, como as palavras escritas lhe faziam bem. Era inspiração para as coisas que ama. Era arte. Como a arte de escrever, de desenhar, é, desenhar com palavras, e desenhar com traços e todas as artes possíveis.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...