Ela sonhava com um mundo em quê as pessoas fossem corretas. Ele, incorretas. Ela, perfeccionista. Ele, anhm, lixista? Ela queria fazer a diferença, enquanto ele queria ser só mais um seguindo padrões da sociedade.  Nicole, não queria escrever sobre ele, não merecia, imaturo que se achava adulto pela idade, sempre elogiada pela idade cerebral avançada, sem contar que havia estudos científicos provando o atraso da idade mental dos homens, que Maurício provava aquilo com todas as letras. O certo dele, era o errado dela e vice-versa. Brigavam igual cão e gato, quem diria que um dia quase foram um casal sem se matar.
Os dois tinham algo em comum, odiavam os padrões da sociedade, mas só um seguia esse conceito a risca. Óbvio, Nicole. Ela pensava diferente. Se todos se fazem de burro por dizerem que inteligente é ser exibicionista, me exibirei para sempre. Pensava com todo orgulho. Enquanto Maurício, dizia como se tivesse ocasião certa pra ser burro e inteligente. Confuso, estúpido e ignorante. Como as pessoas que nem a Nicole pensariam.
Era mais um texto baixo e revoltante, como os do ano passado, mas se ela não desabafasse, não iria dormir nunca mais, com as palavras entaladas em sua garganta. Queriam pular em Maurício para o enfocar, esgoelar aquelas palavras de imaturidade que saíam tão naturalmente a ponto de não passar pela revisão do cérebro. E as discussões de horas começavam, exaustivas, Nicole, até deixava de lado seus argumentos, sabia que não iria funcionar... Cabeça dura, cabeça fechada, no seu mundinho rico, seu mundo de tecnologia, tudo na mão e mania de superioridade, era tudo que restava em Maurício. Nada tinha fundamento naquela mente tão precária. Nicole jurava que seu próximo texto seria apaixonante, intenso e engraçado, mas tiraram isso de dentro dela em questão de minutos. Iam ser textos como os de anos atrás, como nunca havia visto antes. Estava sem ar, dores em seu corpo todo, cansada de brigas, discussões e choros. Sua vida foi feita disso, afinal. Maurício nunca a entendeu, com o seu machismo e posse que achava que tinha pelas pessoas. Amizade está para  ser algo extinto nesse mundo selvagem. Briga e depois finge que tá tudo bem, era cinismo puro.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...