Era uma migalha, tão pequena a ponto de ser invisível. Porém, fazia questão de aparecer somente para Mônica. Era uma criança sombria, com risos irônicos e discussões de pseudo-adultos. O coração dela doía só de avistar seus olhos e sorriso falso.
"Ah, mas você já foi criança", de fato, mas não esse tipo pseudo-adulta sombria. Era uma criança normal e não tinha tanta bizarrice e ódio por flechas jogadas em você. Aquela criança era mal educada, se achava a sabida de tudo e dizia coisas impróprias para a idade.
Mônica tinha vontade de fazer coisas horríveis que pareciam boas para ela. Imaginava flechas, facas, armas, socos e chutes de tanto ódio e raiva dentro de si. Não vi a hora de se livras daquilo e ter liberdade e paz.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...