quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Romance do século passado.

Aquele possível romance era contemporâneo, século XXI, mas parecia tão XX, anos 70 ou 80. Demonstravam os sentimentos através de cartas que trocavam cada vez que se viam, escreviam textos românticos para se expressar. Eram amigos, riam, davam as mãos e sentiam uma vergonha e timidez que dava uma simplicidade tão doce para o que estava acontecendo. Não era uma paixão... Ou era? Cada piscadela era uma cena mais romântica, simples, compreensiva, feliz, que se passava pela cabeça de Julia, aquele abraço de urso gostoso, aquele sorriso, aqueles olhos verde ao estar feliz, e azuis quando chora, aos poucos a fresta em seu belo coração estava ficando maior.
Devagar e sempre. Que pessoas se conhecendo em pleno 2013 pensam assim? Acham cada detalhe, cada passo a mais, importante? A cada olhar, a cada beijo, a cada brincadeira?
 Era tão conto de fadas, tão princesa e príncipe dos contos da Disney, que Julia estava esperando acordar na melhor parte. Cair da cama, levar um beliscão. Cada solitário bichinho que visse perto dela, sorria com os olhos, como se fosse a Branca de Neve. O cantos dos passarinhos passou a ser mais bonito, o sol, a natureza, até mesmo o sentido de algumas coisas. Achava que esse lado romântico tivera extinto de si mesma e da sociedade em si, até de se encontrar em alguém, de repente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...