Era aquela típica data que se recebiam flores (de papel ou de verdade) em seu local de trabalho, chocolates em sua instituição de ensino, e todos os homens te diziam "parabéns". O mundo da mulher parecia lindo por um dia. Ou será que aquele parabéns ela pelo simples fato por aguentar tanta pressão, machismo, medos, regras impostas... Ou por não ser com eles? Agradecimentos a si mesmos deles poderem ser os opressores e elas as oprimidas. Você já sabe de qual data eu estou falando, não é? O dia internacional da mulher. Que queimaram sutiã, conseguiram direitos e direitos. Mas até hoje não conseguiram o direito de serem respeitadas, falar abertamente sobre sexo, de poder andar como quiser, fazer o que quiser com a vida e o seu corpo. O direito de não ser sua culpada por tudo, "olha só a sua roupa, você pediu", o direito de poder sair com quantos homens quiser, não estar na ditadura da beleza, não precisar ser magra demais, ou arrancar todos os pelos do corpo com dor, ou até ter filhos e casar se quiser ou não.  E o direito de continuar sendo mulher mesmo gostando de outra mulher.
Mas havia um casal no mundo com suas expectativas e realizações nesse dia :

— Amor, que presente vai me dar hoje?
— Não dou presente nessa data, já te dou um presente todos os dias, e você sabe disso.
— Que presente?
— Te dou respeito, te deixo livre, não imponho regras de ditadura, seja de beleza ou qualquer outra. Não te peço pra aprender a cozinhar ou a fazer as tarefas domésticas, e isso nunca me impediu de te amar, e nem vai me impedir de me casar com você, quer dizer, caso você queira casar... Caso queira só ficar juntinho sem muito rótulo, também topo com um sorriso no rosto. Porque a sua felicidade é a minha, e são poucas pessoas que entendem o quão difícil possa ser todos esses direitos e falta deles, mas estarei do seu lado pra te apoiar. Te dou meio respeito e admiração por sua força, todos os dias.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...