Enquanto houver mais "eu te amo's" do que brigas, do que "eu te odeio" "não te quero mais" "não vamos dar certo"... Eu vou continuar. Tudo bem, tudo bem, os "amo você" e "eu te amo's" são mais meus do que dele. O interesse e o sentimentalismo ao extremo também. Quando quero gritar meus sentimentos, ele só quer sussurrar pra si mesmo. As vezes uma palavra basta pra eu saber que nada disso foi em vão e nem será. E não são palavras clichês, são do nosso mundo, que sós nós mesmos vamos entender. Algo que só a gente tem. Há cerca de 300 palavras de amor, e o tal clichê amo você, contra 25 palavras não tão legais de brigas esquecidas, no baú das coisas que não precisamos mais. Porém as vezes me sinto sufocante, roubando o ar, roubando momentos e planejamentos. Roubando passos. Deixe ser. Deixe estar. Enquanto pudermos, vamos nos amar e só amar. Mesmo que cada um da sua doce ou amarga maneira. A gente se entende nesse mundo meio normal, meio louco.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...