Ah vida, sua engraçadinha. Brincando com meus altos e baixos de cada dia. Me surpreendendo quando acho que não existem mais surpresas depois de tanta coisa que se passou. Ainda mais surpresas boas. De repente. Do nada. Não tava muito a fim de acreditar naqueles clichês de coisas boas, de portas se abrirem, de novas chances. Ouvi isso a minha vida inteira. E o clichê nunca se provou verdadeiro. Até agora.
Até o momento que eu pude enxergar, depois de tanta cegueira. Dos mais leigos aos mais especialistas tentaram me curar, mas só havia cura se houvesse força de vontade da minha parte. Nem aceitava, nem acreditava nessa cegueira. Trouxe brigas, discussões e reviravoltas bem desnecessárias. E ah, como enxergar é bom. Alívio. Aprendizado. Todos tiveram sua parcela de razão.
Pude sorrir, sair. Me divertir. Mas me divertir muito. Lembrar de muita coisa. Sobrevoar nos meus pensamentos sem topar com uma cegueira que machuca. Gostar do destino em um dia, logo após dizer que o odiava. O destino estava montando uma grande piada, que no fim, cá estou eu rindo junto deles. Transformando qualquer fonte de tristeza em risada. 
Porém, o destino me surpreendeu como eu nunca pude imaginar. 


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...