"Relaxa, é só um namoro"
Olha, eu queria mesmo que fosse. Fosse só um namoro. Só uma coisa talvez adolescente. Talvez pensar que amou sem ter amado. Sem muito o que se prender. Coisa que passa. Coisa que é aprendizado. Mas era além disso. Me consumiu até o último. Acho que nunca protegi tanto algo e alguém como fiz dessa vez. E provavelmente não farei de mais nenhuma. Vi que não há motivo de tanta proteção se o que menos vai ser protegido no fim, é você. Você sai todo cagado, esquecido no canto de uma sala escura. ( Me desculpem a expressão).
A gente ia morar junto. Ia fazer um ano juntos há pouco meses. Construía muitas coisas juntos e pensávamos em tudo que podíamos construir. Ajudava. Pensava em cada detalhe de nossa vida adulta juntos. Filhos. Era uma construção. Estava tudo em obra. Mas de repente você fez uma escolha. No momento em que eu mais acreditava. No momento em que eu já tinha dito todas as suas qualidades e sobre você para as pessoas. No momento em que meu amor, minha crença, tudo tava no apice. Você chegou e destruiu tudo que a gente construiu. Sem pena. Sem dó. Sem consentimento. Cadê o papel do divórcio? Cadê minha dignidade? Meu amor próprio? Foi destruído junto? E sabe o que é pior? No meio de tanta guerra, batalha e destruição, o amor prevalece. Eu te amo, você me ama, mas por alguma razão no mundo a gente não pode ficar junto. E nisso eu enlouqueço tentando entender o porquê.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...