Ele era do tipo raro que amava sem dizer eu te amo. Estava implícito. Estava nos gestos. Se preocupava como nunca alguém se preocupou. Queria protegê-la, e nisso, conversava sobre todos os assuntos, problemas e dúvidas. Desejava o seu bem, e seria capaz de ajudar e apoiar em tudo, inclusive nos seus medos, lado a lado enfrentando o que quer que fosse.
Eram pequenos detalhes que em cada um dizia eu amo você com aqueles olhos brilhando. Dizia que ela era muito legal, como nenhuma outra. Pois ria das idiotices, pentelhices e até aguentava o seu estresse. Falava o quanto ela era fofa de tantas maneiras diferentes, até mesmo pedindo desculpa sem estar errada. O jeito fofo que ela ficava com sua camisa ou até mesmo com a sua bermuda, elogiando o quão confortável é roupa de homem.
Ah...Os elogios! Parecia mentira, ela ria e ria de tanta vergonha e emoção. Um dia ele falou que ela é uma menina encantadora, que conquista as pessoas. Linda. Fofa. Adoro sua risada. Adoro seu sorriso. Até cantar versos de tribalistas deitados num sofá já estava acontecendo. O jeito de se olhar, admirar, mexer no cabelo.
E tem a vontade também. Crucial. Desde o primeiro olhar, primeiro beijo e toque. Que casal que tem a vontade um do outro. Tudo é desculpa. E olha que ela é uma garota que odeia desculpas, mas desse tipo, do tipo bom, era inovador. Desculpa pra se ver, pra se querer, pra se gostar. Tudo era desculpa para ser feliz juntos. Vontade de pular no colo sempre que se ver, encher beijos da cabeça aos pés, rir e sorrir até não acabar mais. Gostosa. Delícia.
Até mesmo a maneirar de zoar, de brincar mostrava todo esse lado de dizer com atitudes. Joga-la da piscina. Rir porque não sabe mergulhar direito. Brincar igual crianças. Falar da altura de treze daquela garota de dezenove. Rir das bobagens. Fazer cócegas. Abraçá-la. Boba. Tonta. Ridícula. Gorda. Gordinha.
Um anjo que caiu ali, pra ficar na vida daquela doce garota. Dizer eu te amo era pouco, era clichê. 


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...