Ninguém concordava. Ninguém aceitava. Era o seu maior sonho que um dia já foi realizado, porém foi embora de seus braços. Podia estar triste, estressada, ou com qualquer sentimento ruim. Fechava os olhos, e o via em sua mente. Fechava mais uma vez e via momentos. E sua mente ficava impregnada dele. Era uma maldição, uma maldição boa... Ou não? A reconfortava de alguma maneira. Podia ser uma maneira certa ou errada, não se sabia. Em sua mente sempre era certo, por mais errado que pudesse parecer. Era mais que gostar, que amar, desejar. As vezes se revoltada com tanta explosão de sentimentos, quer dizer, implosão de sentimentos.
Via uma pessoa na rua, parava, paralisava, encarava. Seu coração parava por alguns segundos. E de repente, só era uma visão, uma alucinação. Não era ele. Mas e se fosse? Ah, aquilo estava a deixando tão louca. Tudo a fazia lembrar dele, de alguma maneira. Músicas, ah, músicas, principalmente. Era ligada com musica, e ligada à ele. Ah, como essas duas coisas tão importantes se juntavam e a perseguiam dia após dia. Não dizia que pensava nele 24 horas por dia, porque não tinha todo esse tempo livre para pensar. Era muito ocupada. Mas agradecia nesse quesito de ser ocupada. Pois não iria enlouquecer de vez. Se já se sente a louca com algumas horas por dia para penar freneticamente nele, imagina em 24? Pois é.


Deixe um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...