domingo, 3 de fevereiro de 2013

Subitamente's e repentinamente's

Repentinamente tudo mudara. Cristiana havia se desfocado dos seus reais objetivos nesse tempo de descanso, em suas férias. Andava por linhas tortas achando que estavam retas. Tomou alguns opiniões precipitadas e escolhas, que duraram tão pouco quanto o tempo para isso acontecer. Não podia negar que realmente se sentia estranha, a ficha tinha caído. Queria mudar por alguém ou por um conceito. A necessidade de "dar certo" era tanto para se perder no caminho? Respirava fundo, e repensava com todos os "e se..." em sua cabeça. Por que tinha que parecer tão moderna? Tão diferente? Poderia ser tudo isso, desde que não se perdesse de si mesma, e quando tudo explodiu e voltou ao normal, ela percebera que estava por um fio dela mesma. O que faria ao se perder no caminho? Era um labirinto a volta. Ao estar por um fio, criou atalhos para se reencontrar.
Aquela ânsia pelos seus dezoito anos ainda estavam lá, mas era uma ânsia diferente de um mês atrás
. Uma ânsia estranhando, queria sorrir, mas não sabia se o que a esperava merecia isso, o desentendimento  de si mesma, as mudanças, tudo a assustava. Não queria ter ânsia por isso. E os erros não tão errados que cometeu nesse começo de ano a fizeram ver como pouco tempo faz com que as pessoas mudem de idéia. Não conseguia entender ainda como funcionavam as opiniões e idéia para não serem tão concretas quanto imaginamos, a mudança do tempo todo. Ela não sabia se queria mudar, e se poderia aceitar alguma mudança, sentia que isso era por causa do abalo que tinha sofrido. Vários, aliás. Havia de superá-los.
Olhava para os seus projetos e objetivos de vida, e percebia que estava no caminho certo. Havia de focar. Esse era o ano para tudo que estava fora do lugar enfim se ajeitar. Olhava seus desenhos, colagens e coisas malucas e reutilizáveis que havia feito e se lembrava o quanto queria algo. A batalha era difícil e não sabia se tinha as armas suficiente, agora tudo seria tão difícil, pensava que iria se arrepender de querer tanto que o tempo passe, ter dezoito anos. Mas ainda não tinha desvendando o que era aquilo dentro dela que mudou subitamente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia as Regras:
Todos os comentários são lidos e moderados, antes de qualquer coisa. São publicados os que respeitam as regras:

- Pode haver críticas construtivas, são sempre bem vindas, mas nada de xingamentos.
- Não venha no meu blog somente para colocar o seu link e propaganda, se eu me interessar eu vejo o seu blog.
- Comente coisas que tenham a ver com o texto.
- Nada de links de propaganda de loja, canal e afins.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...